RÁDIO CARLOS PITTY

quarta-feira, 28 de maio de 2008

POESIA - ESCURIDÃO

ESCURIDÃO
Carlos Pitty – Direitos reservados

ESCURIDÃO QUE TOMA TEMPO
TEMPO QUE OCUPA ESPAÇO
ESCONDENDO SOB AS NUVENS AS ESTRELAS
PARA TER O SEU BRILHO E MOMENTO

LUZES APARECEM DO NADA
DO NADA SURGEM TROVÕES
TROVOADAS FAZEM TEMER A TERRA
E LISTRAM NO CÉU EM TOTAL DISPARADA

ESCURIDÃO QUE FAZ DA NOITE O MEDO
MEDO DE ALGO QUE NÃO TEM PROPORÇÃO
DO UNIVERSO DO MAIS INFINITO PODER
VEM RELAMPAGOS ESCONDIDOS EM SEGREDO

MISTÉRIOS SE FAZEM CRESCER
CRESCE O PODER QUE VEM DO CÉU
ATÉ O MAIS VALENTE SE CALA
SEM PIEDADE DE TODO SER

RAIOS DE LUZES DOMINAM A IMENSIDÃO
UM IMENSO DE RESPOSTAS VEM AO HOMEM
AS PERGUNTAS QUE TANTO LHE FAZEM
POR QUE TEMER TANTA ESCURIDÃO?


FOTO: Direitos do autor