RÁDIO CARLOS PITTY

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

POESIA - ESPERANÇA - Com áudio

ESPERANÇA
(Carlos Pitty) Direitos reservados

Esperança que se espera;
Que define “amanhã”;
Que pensamos de um novo dia que do amanhã surgirá.
De novos olhares,
Buscando ser radares,
Segurando qualquer oportunidade que aparecerá.
Esperança é ser agora
E jamais perder juventude que a idade pode mudar.
Mesmo do velho que se vai,
Do novo que se vem.
Esperança que combina com criança;
Com imagem além do horizonte;
Com brilho que vem dos montes;
É encontrar caminhos perdidos no além.
Esperança é ser como queremos ser sempre!
É estar em harmonia e paz,
É sonhar sempre algo impossível.
É ser um míssil detonador de mágoas e desilusões,
É ser solução para o inesperado que acontece,
É ser merecedor de um número de sorte,
Como o vento que sopra do norte.
Esperança que mil vidas poderemos ter,
E nem mesmo com a morte acabará...
Esperança que se encontra,
De onde a direção nada importa
E com ela devemos seguir nosso caminho.
Construindo nosso ninho...
Como aprendendo a caminhar.
Esperança em acreditar no simples
Sendo simplesmente como tem que ser.
É crer em oração,
É agir com o coração
E com a força da razão que vem de algum lugar...
É vencer o inacreditável,
Realizar o mais provável,
Esperar algo que se espera,
Apagar o que já era,
E viver a nova era a vir.
É brilhar como cada estrela no céu,
Estrelar espetáculos no infinito
E ser o sucesso que esperamos.
É acreditar no invisível
E que do nada, grandes podemos ser.
Esperança é ter saudades,
É matar vontades
E por todo o sempre dar asas a imaginação...
Esperança é acreditar que nada temos
E temos saúde de sobra.
É sobrar em idéias e atitudes;
É roubar tempo para acabar o que falta,
Sem faltar da honestidade que aprendemos...
E do aprendizado de ontem
Ser alguém preparado para o daqui a pouco.
Esperança é aprender a agradecer
Perdoar sempre
E entender todos os porquês...
Esperança é acontecimento,
É nascimento divino,
De coisas que nos acontecem.
Em um mundo diverso de milagres,
Distribuídos em fontes reais de inocência.
Esperança é amor para todo o agora
E nunca, jamais amanhã...
É esperar em cada esquina:
Algo novo virá...
Como sol além por entre as nuvens.
Como aprenderemos a esquecer,
Como aprenderemos a gostar
E se possível até viver um novo amor.
Esperança, que pode ser esperança?
É sempre vivenciar novos amanhãs,
Dias que nos farão entender,
Que a esperança não está no tempo,
Mas dentro do mundo de imaginação de cada um!


FOTO: DIREITOS RESERVADOS DO AUTOR.
CLIQUE AQUI PARA OUVIR ÁUDIO NARRADO POR CARLOS PITTY