RÁDIO CARLOS PITTY

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

POESIA - MEU CORAÇÃO BANDIDO

MEU CORAÇÃO BANDIDO
Carlos Pitty – Direitos Reservados

Coração, pobre coração...
Por que faz isso comigo?
Ora bate no seu tempo,
Ora bate em sofrimento,
Então, sofro contigo!

Coração de rédeas soltas,
Sigo sempre o teu pensar,
Em ritmo acelerado,
Não importando o estado,
Mas, valendo a forma de amar.

Coração que bate no peito,
Entendo a sua razão,
Pula em momentos de magia,
Mesmo em horas de alegria,
Ou na vazia solidão...

Meu calejado coração,
Como posso te decifrar?
Não seriam pelas dores,
Não seriam por fatores,
Mas, pelas formas de se apaixonar.

Meu Coração bandido,
De travessuras e ilusões,
Me faz perder a cabeça...
Queres que eu enlouqueça?
Coitadas de minhas paixões...



Foto:
http://www.soberana.blogger.com.br/blogagora.jpg