RÁDIO CARLOS PITTY

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

POESIA - VOCÊ E O CÉU

VOCÊ E O CÉU
Carlos Pitty – Direitos reservados

Em silêncio
Olhando pela janela, o céu...
E mesmo que ouvisse ruídos,
Alguns sonidos,
Barulhos de poucas pessoas,
De alguns carros que passariam pela rua,
Não me perderia em distrações,
Não me desligaria de você...
Olharia então para o além.
Haveria acima de mim, o céu...
Além de meu corpo, meus pensamentos...
Pensamentos estes que se perderiam no espaço...
Ligariam-se estrelas e estrelas,
Deixando rastros como cometas,
Grandiosidades como planetas,
Então iria eu tocá-los...
Tocaria também em tamanha vontade,
Você!
Deslizaria por seu corpo ao som do silêncio...
Tocaria o infinito.
Tocaria sua face em gozo profundo.
Sentiria o mesmo prazer...
Seriamos dois lábios,
Seriamos como sol e lua
Em eclipse total!
Dois corpos em um só!
Assim, eu chegaria, então, ao céu,
Chegaria, enfim, ao ápice...
Sentiria a imensidão do desejo,
Mesmo no silêncio,
Sem sequer ouvir o respirar...
Sem nem mesmo sentir o ar...
Viveríamos nós dois,
Loucos apaixonados,
Eternos amantes!
Os minutos, as horas...
Viveriamos dias e as noites
Em imensidão, de plena realização...
Uma grandiosidade de paixão e loucura,
Muito além do simples desejo,
Muito além do sonho que vivo agora...
Em silêncio,
Olhando pela janela
Imaginado você,
Tão distante de tocar,
Como tão distante o céu está de mim!


FOTO: Direitos reservados do autor.


VEJA VIDEO